Superação

 Cuide da saúde mental

 


Problemas de saúde mental são comuns. Veja algumas dicas de como reduzir o estresse e promover o bem-estar


Pare. Respire. Pense.

Respire fundo: inspire pelo nariz e expire lentamente.

Respirar lentamente é uma das melhores maneiras de diminuir o estresse, porque sinaliza para o cérebro relaxar o corpo.

Perceba como está se sentindo e no quê está pensando, sem fazer julgamentos. Ao invés de responder ou reagir a esses pensamentos ou sentimentos, perceba-os, e deixe-os ir embora.



Converse com outras pessoas

Conversar com pessoas em quem confia pode ajudar. Mantenha contato com pessoas próximas a você. Diga a elas como você está se sentindo e compartilhe suas preocupações.




Mantenha uma rotina saudável

O que fazer:

  • Tente acordar e dormir no mesmo horário todos os dias.
  • Mantenha a higiene pessoal.
  • Faça refeições saudáveis em horários regulares.
  • Se exercite regularmente. Apenas 3 ou 4 minutos de movimentos físicos de baixa intensidade, como caminhar ou fazer alongamentos, ajudará.
  • Reserve um tempo para trabalhar e um tempo para descansar.
  • Reserve um tempo para fazer atividades prazerosas.
  • Faça intervalos regulares durantes atividades em frente ao computador ou celular.

O que não fazer:

  • Não use álcool ou drogas como forma de lidar com o medo, a ansiedade, o tédio e o isolamento social.



Seja gentil com vocês e os outros

Não exija muito de si mesmo em dias difíceis. Aceite que alguns dias serão mais produtivos do que outros.

Tente reduzir a quantidade de tempo dedicada a ler ou assistir notícias que façam com que você se sinta ansioso ou angustiado. Busque informações recentes de fontes confiáveis em horários específicos do seu dia.

Ajudar outras pessoas pode ser benéfico para você também. Se você tiver condições, ofereça apoio a outras pessoas na sua comunidade que precisam de ajuda.



Peça ajuda se precisar

Não hesite em buscar ajuda profissional se achar necessário. Um bom lugar para começar a procurar são os profissionais de saúde locais. Os telefones de assistência também podem ser uma boa fonte de apoio.



Comentários